Capítulo 1

A PROFECIA, A INTRODUÇÃO

E

A CERVEJA COM CHOCOLATE EM PÓ

 

A profecia: uma vidente em finais de 1998 no Brasil, S.Paulo, disse-me que eu, um dia, seria famosa. As peripécias que a minha crença nisto me trouxe!

A introdução: eu, Ninfa Artemis, quem sou? Sou portuguesa, estou na música porque esta me dá emoções fortes, mas o dinheiro para as despesas do dia-a-dia vem do meu emprego fora da música. Posso também acrescentar outro pormenor: acabo de fugir de Londres. Vivi situações que quero partilhar com vocês.

A minha vida? Fora do normal e quanto mais a tento normalizar mais para fora do normal cresce, até parece indomável e desafiadora. Na minha vida o improvável tem boa probabilidade de acontecer e o ilógico consegue melhores resultados que um plano lógico previamente traçado. Este livro irá mostrar que digo a verdade.

Sou autora de 55 canções. Escrevi-as, compu-las e cantei-as: 13 em português, 13 em espanhol e 29 em inglês. Iniciei a gravação das canções num estúdio profissional de música apesar de eu mal falar o espanhol e o inglês. E também, apesar de nunca ter estudado música, nem nunca ter feito atuações ao vivo, nem nunca ter tocado instrumento algum, nem nunca ter escrito canções, nem nunca ter feito linhas melódicas e sem nunca ter cantado para amigos sequer. Os meus contatos com pessoas ligadas ao mundo da música era quase nulo, quando iniciei as gravações das canções da minha autoria. É verdade que “vivi” uma paixão forte com um músico que tinha imensos contactos internacionais mas, sucedeu o rompimento. Não tive ajuda alguma e entrei no mundo da música completamente inexperiente e sozinha, mas entrei!

Sempre vi a música como algo de muito especial e então aproveitei uma fase menos feliz na minha vida, acompanhada de revolta e de desilusão, para mudar a minha vida: ingressar na música.

No processo vivi peripécias, desapontamentos e vi a muita força, coragem e resistência psicológica que tenho dentro de mim. Eventos dentro da esfera do paranormal também iam ocorrendo com o intuito de me ajudar e alertar. Eu estava decidida a consegui-lo. Aliás, eu estou decidida a consegui-lo! O meu lema é: segue em frente! Não me interessa se tudo em redor colapsa, se a realidade é um anti sonho e a esperança somente um mero estado de espírito. Eis-me aqui a falar da minha vida!

O meu ex colega do emprego, e tarólogo em part time, tinha-me advertido e eu esquecido: "As tuas situações podem ser graves mas as tuas reações a elas agravam tudo. Não te deixes dominar pelas circunstâncias!”

 “O que foste tu fazer?!!!!” –gritava eu a mim mesma! Quase que batia com a cabeça contra a parede de tanto desespero! Mas já não aguentava o que me estava a suceder, tendo-me já sido difícil a vida no passado, a qual consegui aguentar porque me conseguia projetar constantemente no futuro. Um tempo futuro, maravilhoso e amigo!

Mas esse futuro tinha sido lixado por outros e depois por mim, ou talvez assim mesmo tivesse de ser para que o livro pudesse existir.

Hoje 28 de Março, 22 h, corro por entre a chuva na noite...sem casaco, corro com apenas uma simples camisola, umas calças e umas botas que deixam entrar a água do alcatrão para os pés...Botas baratas!

As lágrimas do meu rosto, caem solitariamente na chuva e no chão de alcatrão.

O chão é duro e não se comove com as lágrimas. Estou triste? Não! A ideia de escrever um livro alegra-me!

A chuva cai forte. Ainda estou a correr. A roupa no corpo está toda molhada e o meu cabelo comprido ensopado está. E daí?! Não me importo.

Na mão levo um saco das compras com ketchup trazido do hipermercado.

Quando chegar a casa pretendo fritar batatas e comê-las com ketchup.

O meu carro está estacionado longe. Corro para ele. O meu destino também estará estacionado algures por aí…

A cerveja com chocolate em pó: quando cheguei a casa foi o que eu fiz para me animar! Estava apreensiva quanto ao meu futuro. Peguei numa cerveja gelada do frigorífico e juntei-lhe chocolate em pó!

Iniciei o livro hoje à noite após chegar a casa, após fritar as batatas, comê-las com bastante ketchup e após a toma da referida cerveja com chocolate em pó!

Tomei 2 garrafas de 33 cl.

 

 

Eu dedico este livro a todos Nós….

A todos nós que Existimos…

Abraço Grande!

 

Copyright © 2017-2021 NINFA ARTEMIS