Capítulo 4

Livro P, P. 8-8-1998

P é a letra inicial do meu nome de batismo.

Esta é a minha história com um cantor e músico.

 

Portugal é um país bonito, simpático e à música aplica a escala reduzida em termos de números de vendas de CD´s, de concertos e portanto de fama. Daí não se poder afirmar que ele, ou outro qualquer artista português com banda rock, tivesse sido famoso.

Ele tinha sensibilidade artística. A música era, e penso que ainda é, a sua paixão. Fez alguns álbuns. Desapareceu. Estará algures por aí em território nacional, ou no estrangeiro, a desenvolver trabalhos como produtor e músico, quer para novas bandas quer para editoras discográficas, no seu (ou noutro) estúdio de música.

Ele deu-me alguma atenção. Isso foi importante para mim. O meu sincero obrigada a ele.

O livro “P vírgula, P ponto. 8-8-1998” que este capítulo apresenta foi dado como finalizado, em grande parte, em dezembro de 2001.

Quando finalizei o livro pensei que em 2009 já seria famosa. Dá vontade de rir… eu sei. Mas eu tinha feito os cálculos e pensava: “Estou em dezembro de 2001, se tudo correr bem acho que 8 anos é tempo suficiente para algo suceder e eu tornar-me famosa…

Oito anos é muito, muito tempo! Quando eu for famosa ele vai querer finalmente trabalhar comigo mas aí vou fazer-me de “importante” e vai ser a minha vez de o ignorar tal como ele fez comigo!!”

Eu tinha a certeza de que eu iria ser famosa… super famosa! Então eu tinha pensado em escrever, para colocar na primeira página do livro “P vírgula, P ponto. 8-8-1998” a ser editado, pensava eu, quando fosse famosa por volta do ano 2009!, o poema a seguir apresentado. (No livro eu mostraria, e relataria, todas as minhas adversidades e como as enfrentei. Todas as minhas expetativas e como trabalhei bastante para ir de encontro a elas. Mostraria qual o mundo mágico que eu sonhei que a música me traria. Através desse livro o mundo conheceria a vida da Ninfa Artemis, famosa como ele cantor nunca tinha sido! E eu diria: “Adeus solidão! Olá mundo fantástico!”)

Poema: Capítulo Desconhecido 2002 ::: 2009

"Um capítulo, Divisão de tema é num livro, Quando eu lia um livro, Ainda não tinha entendido o início, Ao fim do livro, Já tinha ido, O fim da história, Já eu  conhecia, Não resistia! Consigo começar no início, Apenas quando o fim, Me é conhecido, Comecei o meu início, Vem comigo..." (Ninfa Artemis)

De facto tenho o hábito de quando leio um livro qualquer: um romance, um policial ou outro, de ir imediatamente às ultimas páginas ver como termina a história ou é arrematado o tema. Assim estou mais atenta à introdução e ao desenvolvimento do tema no livro ao longo das páginas até à última.

Leram o capítulo 2? Após tanto caminhar, tanto lutar, tantas dores, peripécias, videntes, viagens a Londres e sonhos…eis que eu ainda mantenho a esperança viva!

Chama-se a isto a aventura de viver! É emocionante! Vamos entrar juntos para a viagem dentro deste livro? Vem comigo! Ei-lo:

LIVRO “P vírgula, P ponto. 8-8-1998”

 

Copyright © 2017-2021 NINFA ARTEMIS